DETETIVES

Detetives

Detetives exercem tarefas particulares em grandes empresas. Cuidam de investigações ligadas a interesses dos mais variados. Prevenir e apurar furtos praticados empregados, ou terceiros, fatos usuais mo comércio e nas fábricas, empresas de transporte e bancos. Nestes terão em vista os punguistas e portadores de cheques e moedas falsificadas. Nas companhias de seguro e empresa de transportes é importante a investigação dos acidentes, como também o arrolamento de testemunhas.


Há enfim os detetives que trabalham por conta própria como verdadeiros profissionais liberais. Dão-se as questões privadas, pesquisas de relação suspeita, descoberta de fatos sigilosos e paradeiros de pessoas e coisas.

Muitos organizam-se em empresas importantes até com filiais. Dispõem em outras categorias de auxiliares e fornecedores de informações.Vale ressaltar em que todas as missões deve timbrar o detetive pela maior correção em seu procedimento.

Seja empregado público, particular ou trabalhe por contra própria ou ate mesmo amador. Manterá em todos os momentos elevado senso de responsabilidade e respeito pelo direito do próximo, a que não deve ferir, para não transformar-se de detetive em patife ou criminoso.

Há de conhecer bem a lei penal e fazer do amor à verdade o seu lema. Nos Estados Unidos da América, há mais de 20.000 detetives particulares devidamente autorizados.

A “Agencia Pinkerton”, a maior do mundo, estende-se por 27 cidades e emprega mais de 3.500 detetives particulares.
Detetives podem ter o exercício de um cargo ou função pública, como já exite em alguns Estados do Brasil, ou a atividade particular de um profissional autônomo, isto é, registrado de acordo com as leis de cada Estado ou Território.

O que um detetive pode fazer?

Detetives podem colocar câmeras ocultas com autorização do proprietário, acompanhar uma pessoa, monitorar os passos de uma filho menor, localizar uma pessoa desaparecida, uma pessoa que possa estar presa, uma pessoa possivelmente morta, com uma procuração e autorização do cliente fazer buscas em cartórios, fóruns, autarquias, acompanhar em locais públicos, delegacias, verificar juntamente com advogado contratado processos de interesses, e muitos outros dos quais for nomeado.